2022 - O LABORATÓRIO DE LEITURA COMO DINÂMICA DE FORMAÇÃO HUMANÍSTICA PARA RESIDENTES FARMACÊUTICOS CLÍNICOS - Tese por GABRIEL BARRETO ROSSELLO

GABRIEL BARRETO ROSSELLO
O LABORATÓRIO DE LEITURA COMO DINÂMICA DE FORMAÇÃO HUMANÍSTICA PARA RESIDENTES FARMACÊUTICOS CLÍNICOS
Tese apresentada à Universidade Federal de São Paulo para obtenção do Título de Doutor em Ciências.
SÃO PAULO 2022

Orientador: Prof. Dr. Dante Gallian

DOWNLOAD DA DISSERTAÇÃO COMPLETA

 

Rossello, Gabriel Barreto.
O Laboratório de Leitura como dinâmica de formação humanística para residentes farmacêuticos clínicos
Gabriel Barreto Rossello. – São Paulo, 2022.
XI, 148f.
Tese (doutorado) - Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina.
Título em inglês: The Reading Laboratory activity as a humanistic training for clinical pharmacist residents.
Palavras chave: 1. Farmacêuticos clínicos. 2. Educação em Farmácia. 3. Formação humanística. 4. Pesquisa Qualitativa 5. Literatura

Resumo 

A formação e o treinamento dos farmacêuticos clínicos modernos têm sido orientados pelas recomendações do documento “Standards and Guidelines for the Accreditation of the Pharmacy Professional Program” lançadas pela Accreditation Council for Pharmaceutical Education (ACPE) norte-americana. No Brasil, essas orientações foram inseridas nas denominadas "Diretrizes Curriculares Nacionais" (DCNs) que, por sua vez, têm promovido mudanças curriculares na carreira do farmacêutico clínico. O cerne desta reformulação curricular é a urgência em incorporar disciplinas, cursos ou atividades que possibilitem a formação humanística dos futuros profissionais. No entanto, e apesar desses impulsos regulatórios, publicações acadêmicas na área de educação farmacêutica entre os anos de 2010-2020 mostram ainda uma tímida implantação de disciplinas ou cursos permanentes que atendam à formação preconizada pelas DCNs. Objetivo: Diante desse panorama, esta pesquisa teve como objetivo descrever, analisar e avaliar um curso de formação humanística, denominado “Laboratório de Leitura” (LabLei), que foi realizado com um grupo de farmacêuticos pertencentes à residência em Farmácia oferecida pelo Departamento de Farmácia do Hospital de Clínicas de São Paulo. Métodos: Toda a dinâmica do “Laboratório de Leitura” foi desenvolvida por um coordenador que mediou um total de 24 sessões de tipo mesa-redonda utilizando cinco livros de Literatura de ficção como recurso didático. Os dados empíricos da experiência foram o diário de campo, as gravações das reuniões, os relatos finais e as entrevistas de História Oral com os participantes. Após toda a textualização dos dados, foi realizada uma análise descritivo-interpretativa articulada com referenciais teóricos da área de educação na saúde, educação em farmácia, da filosofia e da Literatura. Este estudo foi desenhado e conduzido com base em referências metodológicas da área da pesquisa qualitativa em saúde e da área da educação em saúde. Assim, foi escolhida uma abordagem epistemológica-analítica embasada nas referências da fenomenologiahermenêutica. Resultados: Os resultados desta tese são apresentados em quatro artigos. Um artigo de revisão da literatura, ou estado da arte do tema, e outros três que ilustram os resultados das diferentes análises dos ciclos do Laboratório de Leitura. O primeiro artigo mostra uma perspectiva de análise a partir dos temas de pensamento crítico-reflexivo e habilidades comunicativas. O segundo artigo se debruça em uma análise centrada no benefício do LabLei no fomento das habilidades afetivas. Por fim, um último artigo mostra os resultados a partir do tema da empatia. Conclusão: Como principal conclusão, destacase que a dinâmica do LabLei promoveu um espaço de debate e troca de opiniões onde foram abordadas questões éticas que contribuíram para o desenvolvimento de habilidades caras à profissão. Neste sentido, o LabLei contribuiu na formação dos residentes seguindo as premissas do programa de residência em Farmácia e fomentando o pensamento crítico deste grupo de estudantes. Pode-se dizer que este trabalho brindou resultados que contribuem para a interlocução com outros estudos da área no que tange ao uso das humanidades – especialmente a Literatura – como ferramenta auspiciosa nesta área. 

Palavras-chave: 1. Farmacêuticos clínicos. 2. Educação em Farmácia. 3. Formação humanística. 4. Pesquisa Qualitativa 5. Literatura 

Abstract

The education and training of modern clinical pharmacists has been guided by the recommendations of the document “Standards and Guidelines for the Accreditation of the Pharmacy Professional Program” released by the Accreditation Council for Pharmaceutical Education (ACPE) in the United States. In Brazil, these guidelines were included in the so-called "National Curriculum Guidelines" (DCNs) which, in turn, have promoted curricular changes in the career of clinical pharmacists. The core of this curricular reformulation is the urgency to incorporate disciplines, courses or activities that enable the humanistic training of future professionals. However, despite these regulatory impulses, academic publications in the field of pharmaceutical education between the years 2010-2020 still show a timid implementation of disciplines or permanent courses that meet the training recommended by the DCNs. Objective: Given this scenario, this research aimed to describe, analyze and evaluate a humanistic training course, called "Laboratory of Reading", which was carried out with a group of pharmacists who attended the residency in Pharmacy offered by the Department of Pharmacy of the Hospital de Clinicas de São Paulo. Methods: The entire dynamics of the “Reading Laboratory” was developed by a coordinator who mediated a total of 24 round-table sessions using five fiction literature books as a teaching resource. The empirical data of the experience were the field diary, the recordings of the meetings, the final reports and the Oral History interviews with the participants. After all the textualization of the data, a descriptiveinterpretative analysis was carried out, articulated with theoretical references in the area of health education, pharmacy education, philosophy and literature. This study was designed and conducted based on methodological references in the area of qualitative research in health and in the area of health education. Thus, an epistemological-analytical approach was chosen based on the references of phenomenology-hermeneutics. Results: The results of this thesis are presented in four articles. An article reviewing the literature, or state of the art on the subject, and another three that illustrate the results of the different analyzes of the Reading Laboratory cycles. The first article shows an analysis perspective from the themes of critical-reflexive thinking and communicative skills. The second article focuses on an analysis focused on the benefit of LabLei in promoting affective skills. Finally, a last article shows the results from the theme of empathy. Conclusion: As a main conclusion, it is highlighted that the dynamics of LabLei promoted a space for debate and exchange of opinions where ethical issues were addressed that contributed to the development of skills dear to the profession. In this sense, LabLei contributed to train residents following the premises of the residency program in Pharmacy and fostering critical thinking in this group of students. It can be said that this work has provided results that contribute to the dialogue with other studies in the area regarding the use of the humanities - especially Literature - as an auspicious tool in this area. 

Keywords: 1. Clinical Pharmacists. 2. Pharmacy Education. 3. Humanistic training. 4. Qualitative Research 5. Literature 

Resumo
A formação e o treinamento dos farmacêuticos clínicos modernos têm sido orientados
pelas recomendações do documento “Standards and Guidelines for the Accreditation of the Pharmacy Professional Program” lançadas pela Accreditation Council for
Pharmaceutical Education (ACPE) norte-americana. No Brasil, essas orientações foram
inseridas nas denominadas "Diretrizes Curriculares Nacionais" (DCNs) que, por sua vez, têm promovido mudanças curriculares na carreira do farmacêutico clínico. O cerne desta reformulação curricular é a urgência em incorporar disciplinas, cursos ou atividades que possibilitem a formação humanística dos futuros profissionais. No entanto,
e apesar desses impulsos regulatórios, publicações acadêmicas na área de educação farmacêutica entre os anos de 2010-2020 mostram ainda uma tímida implantação de disciplinas ou cursos permanentes que atendam à formação preconizada pelas DCNs.
Objetivo: Diante desse panorama, esta pesquisa teve como objetivo descrever, analisar
e avaliar um curso de formação humanística, denominado “Laboratório de Leitura”
(LabLei), que foi realizado com um grupo de farmacêuticos pertencentes à residência em
Farmácia oferecida pelo Departamento de Farmácia do Hospital de Clínicas de São Paulo. Métodos: Toda a dinâmica do “Laboratório de Leitura” foi desenvolvida por um
coordenador que mediou um total de 24 sessões de tipo mesa-redonda utilizando cinco livros de Literatura de ficção como recurso didático. Os dados empíricos da experiência foram o diário de campo, as gravações das reuniões, os relatos finais e as entrevistas de
História Oral com os participantes. Após toda a textualização dos dados, foi realizada uma análise descritivo-interpretativa articulada com referenciais teóricos da área de educação na saúde, educação em farmácia, da filosofia e da Literatura. Este estudo foi
desenhado e conduzido com base em referências metodológicas da área da pesquisa qualitativa em saúde e da área da educação em saúde. Assim, foi escolhida uma abordagem epistemológica-analítica embasada nas referências da fenomenologiahermenêutica.
ix
Resultados: Os resultados desta tese são apresentados em quatro artigos. Um artigo de revisão da literatura, ou estado da arte do tema, e outros três que ilustram os resultados
das diferentes análises dos ciclos do Laboratório de Leitura. O primeiro artigo mostra uma
perspectiva de análise a partir dos temas de pensamento crítico-reflexivo e habilidades
comunicativas. O segundo artigo se debruça em uma análise centrada no benefício do LabLei no fomento das habilidades afetivas. Por fim, um último artigo mostra os
resultados a partir do tema da empatia. Conclusão: Como principal conclusão, destacase
que a dinâmica do LabLei promoveu um espaço de debate e troca de opiniões onde foram abordadas questões éticas que contribuíram para o desenvolvimento de habilidades caras à profissão. Neste sentido, o LabLei contribuiu na formação dos
residentes seguindo as premissas do programa de residência em Farmácia e fomentando
o pensamento crítico deste grupo de estudantes. Pode-se dizer que este trabalho brindou
resultados que contribuem para a interlocução com outros estudos da área no que tange ao uso das humanidades – especialmente a Literatura – como ferramenta auspiciosa nesta área.
Palavras-chave: 1. Farmacêuticos clínicos. 2. Educação em Farmácia. 3. Formação humanística. 4. Pesquisa Qualitativa 5. Literatura
x
Abstract
The education and training of modern clinical pharmacists has been guided by the recommendations of the document “Standards and Guidelines for the Accreditation of the Pharmacy Professional Program” released by the Accreditation Council for
Pharmaceutical Education (ACPE) in the United States. In Brazil, these guidelines were included in the so-called "National Curriculum Guidelines" (DCNs) which, in turn, have promoted curricular changes in the career of clinical pharmacists. The core of this
curricular reformulation is the urgency to incorporate disciplines, courses or activities that enable the humanistic training of future professionals. However, despite these regulatory
impulses, academic publications in the field of pharmaceutical education between the years 2010-2020 still show a timid implementation of disciplines or permanent courses
that meet the training recommended by the DCNs. Objective: Given this scenario, this
research aimed to describe, analyze and evaluate a humanistic training course, called "Laboratory of Reading", which was carried out with a group of pharmacists who attended the residency in Pharmacy offered by the Department of Pharmacy of the Hospital de Clinicas de São Paulo. Methods: The entire dynamics of the “Reading Laboratory” was
developed by a coordinator who mediated a total of 24 round-table sessions using five fiction literature books as a teaching resource. The empirical data of the experience were the field diary, the recordings of the meetings, the final reports and the Oral History
interviews with the participants. After all the textualization of the data, a descriptiveinterpretative analysis was carried out, articulated with theoretical references in the area of health education, pharmacy education, philosophy and literature. This study was
designed and conducted based on methodological references in the area of qualitative research in health and in the area of health education. Thus, an epistemological-analytical approach was chosen based on the references of phenomenology-hermeneutics.
Results: The results of this thesis are presented in four articles. An article reviewing the literature, or state of the art on the subject, and another three that illustrate the results of
xi
the different analyzes of the Reading Laboratory cycles. The first article shows an analysis
perspective from the themes of critical-reflexive thinking and communicative skills. The second article focuses on an analysis focused on the benefit of LabLei in promoting affective skills. Finally, a last article shows the results from the theme of empathy.
Conclusion: As a main conclusion, it is highlighted that the dynamics of LabLei promoted
a space for debate and exchange of opinions where ethical issues were addressed that contributed to the development of skills dear to the profession. In this sense, LabLei contributed to train residents following the premises of the residency program in Pharmacy
and fostering critical thinking in this group of students. It can be said that this work has
provided results that contribute to the dialogue with other studies in the area regarding the use of the humanities - especially Literature - as an auspicious tool in this area.
Keywords: 1. Clinical Pharmacists. 2. Pharmacy Education. 3. Humanistic training. 4. Qualitative Research 5. Literature
xii

© 2013 a 2022 - Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
Rua Loefgreen, 2032 - Vila Clementino, São Paulo - SP 

Please publish modules in offcanvas position.