Escola Paulista de Medicina
Postgraduate Program Name

Humanidades e Saúde 3 2020/2º sem.

Disciplina de Pós Graduação / 2º SEMESTRE DE 2020

Esta disciplina de pós-graduação pretende apresentar e discutir a contribuição das Humanidades e das Ciências Humanas enquanto caminho de formação humanística e humanização na área da saúde.

Professor Responsável: Prof. Dr. Dante Gallian (CeHFi – PPGSC - PPGECS)

Professores Participantes: Prof. Dr. Dante Gallian (CeHFi – PPGSC - PPGECS), Prof. Dr. Simeão Sass (CeHFi), Profa. Dra. Nádia Vieira (CeHFi)
Promoção: Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde (CeHFi) / Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva do Dep. de Med. Prev. da EPM/ Programa de Pós-Graduação Ensino em Ciências da Saúde do CEDESS-UNIFESP.

Datas: Quartas-feiras (semanal)

Agosto: 5,12,19,26
Setembro: 2, 9, 16, 23, 30
Outubro: 7, 14, 21
Novembro: 4, 11, 18, 25
Dezembro: 2

Horário: 9:30 – 12:00 hs

INSCRIÇÕES - a partir de 01 de julho de 2020 (até o fim das vagas)

Carga Horária Didática: 51.
Carga Horária Atividades: 54
Créditos: 7 (mínimo de 75% de presença e aproveitamento em avaliação escrita)
Vagas: 25
Local: Ambiente virtual - Google Meet

Ementa e Objetivo Geral:
Partindo das diversas experiências e linhas de pesquisa desenvolvidas no Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde (CeHFi) da Escola Paulista de Medicina (EPM) da UNIFESP, esta disciplina de pós-graduação pretende apresentar e discutir a contribuição das Humanidades e das Ciências Humanas enquanto caminho de formação humanística e humanização na área da saúde. Neste semestre a Disciplina foca o tema da missão da universidade e sobre o papel das humanidades na formção humanística no campo das ciências em geral e da saúde em particular. Para além do campo eminentemente teórico, com especial ênfase para os temas das Narrativas Médicas, da História Oral em Saúde, da Fonomenologia e Hermenêutica e sua aplicação no âmbito da pesquisa qualitativa, a atual versão oferece um ciclo completo de Laboratório de Leitura (LabLei), como forma de proporcionar uma experiência prática do uso da literatura como meio de formação e humanização na educação em ciências da saúde.

Objetivos Específicos:
- Possibilitar uma revisão dos norteadores teóricos para o conceito de Humanidades e suas relações com as Ciências da Saúde.
- Fomentar o contato com a bibliografia básica fundamental a respeito dos temas centrais Literatura e Experiência Estética como forma de humanização em saúde, educação e cultura; Filosofia, História e Espirituallidade em Saúde.
- Propocionar a experiência empírica da metodologia do Laboratório de Leitura (LabLei) enquanto meio de suscitar a reflexão e a formação humanística no campo das ciências da saúde
- Possibilitar a elaboração de trabalho científico na forma de artigo que será avaliado ao final do curso.

Metodologia:
- Leitura prévia de textos deternimados e discussão dos mesmos nos encontros do Seminário
- Aplicação da metodologia do Laboratório de Leitura (LabLei) a partir de texto ficcional (Histórias de Leitura, Itinerário de Discussão e Histórias de Leitura)

Avaliação:
- Elaboração de um artigo científico nos moldes da ABNT versando sobre um dos temas abordados durante o curso.
- Apresentação de um Relato de Experiência do LabLei

Programação:

BLOCO 1: Prof. Dante Gallian
1. 05/08/2020 – A Universidade como Espaço de Experiência da Cultura

José Ortega y Gasset, A Missão da Universidade. Rio de Janeiro, UERJ, 1999.

2. 12/08/2020 – A Universidade como Espaço de Abertura para o Todo

Josef Pieper. Abertura para o Todo: a Chance da Universidade. Campinas, IFE, s.d.

3. 19/08/2020 - A Crise da Universidade e a Crise da Sociedade

Allan Bloom. O Declínio da Cultura Ocidental: da crise da universidade à crise da sociedade. São Paulo, Ed. Best Seller, 1989. Parte Três: a Universidade

BLOCO 2: Laboratório de Humanidades
Leitura: BRADBURY, Ray: Fahrenheit 451. Trad. Cid Knipel. Editora Globo, Coleção Biblioteca Azul. (edição Recomendada)

4. 26/08/2020: 1º encontro – Histórias de Leitura

5. 2/9/2020: 2º encontro – Itinerário de Discussão 1: Primeira Parte “A Lareira e a Salamandra”

6. 9/9/2020: 3º encontro – Itinerário de Discussão 2: Segunda Parte “A Peneira e Areia”
7. 16/9/2020: 4º encontro – Itinerário de Discussão 3: Terceira Parte “O Brilho Incendiário” e Posfácio

8. 23/9/2020: 5º encontro – Histórias de Convivência
BLOCO 3: Profa. Nádia Vitorino Vieria , Kelly Simone Cunegundes, Maria Auxiliadora Crace de Benedetto

9. 30/9/2020 – 1 História Oral: interface memória e narrativa nas práticas de história oral
1.1 História oral de vida – Vamos trabalhar Vozes de Tchernobil, utilizando a metodologia do Labhum. O livro é um exemplo muito rico de trabalho com História Oral, dessa forma vamos mostrando via literatura as questões da História Oral e as Narrativas.
1º encontro – Histórias de Leitura
ALEKSIÉVITCH, Svetlana. Vozes de Tchernóbil. Trad.Sônia Branco. São Paulo: Cia das Letras, 2016
Nota Histórica
Uma solitária voz humana
Entrevista da autora consigo mesma sobre a história omitida e sobre porque Tchernóbil desafia a nossa visão de mundo

Bibliografia Complementar
FERREIRA, Marieta Morais, AMADO, Janaina (Orgs.). Usos e abusos da História Oral. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1996.

10. 7/10/2020 – A questão da memória e o resgate do passado
2º encontro – Itinerário de Discussão 1

Primeira parte: A terra dos mortos – Coro de Soldados

ALEKSIÉVITCH, Svetlana. Vozes de Tchernóbil. Trad.Sônia Branco. São Paulo: Cia das Letras, 2016

Bibliografia Complementar
PORTELLI, Alessandro. História Oral como arte da escuta. São Paulo: Letra e Voz, 2016.

11. 14/10/2020 - As etapas da História Oral: a entrevista (preparo e execução) b transcrição c) transcriação.
3º encontro – Itinerário de Discussão 2
Segunda Parte – A coroa da criação – Coro do Povo

ALEKSIÉVITCH, Svetlana. Vozes de Tchernóbil. Trad.Sônia Branco. São Paulo: Cia das Letras, 2016

Bibliografia Complementar
MAGALHÃES, Valéria Barbosa de (Orgs.) Depois da utopia: a história oral em seu tempo. São Paulo: Letra e Voz: Fapesp, 2013.

12. 21/10/2020 – História Oral e Saúde
4º encontro – Itinerário de Discussão 3
Terceira parte – A admiração pela tristeza
Uma solitária voz humana – coro de crianças
A título de épilogo.

ALEKSIÉVITCH, Svetlana. Vozes de Tchernóbil. Trad.Sônia Branco. São Paulo: Cia das Letras, 2016

13. 4/11/2020 – História de Convivência

BLOCO 4: Prof. Simeão Sass

14. 11/11/2020 - HERMENÊUTICA
Bibliografia Obrigatória:
DILTHEY, W. Ideias acerca de uma Psicologia Descritiva e Analítica. Covilhã: 2008.

Bibliografia Complementar:
AYRES, J. Hermenêutica e humanização das práticas de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 10 (3): 549-560, 2005.
CAPRARA, A. Uma abordagem hermenêutica da relação saúde-doença. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 19(4): 923-931, jul-ago, 2003.
SASS, S. D. O MÉTODO COMPREENSIVO NA OBRA DE DILTHEY.
https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/article/view/25024
Revista de Filosofia Aurora (PUCPR) Especial FENOMENOLOGIA:
https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/issue/view/1962.

15. 18/11/2020 - FENOMENOLOGIA
Bibliografia Obrigatória:
HUSSERL, E. A crise da humanidade europeia e a filosofia. Introd. e trad. Urbano Zilles. – 2 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002.
Bibliografia Complementar:
ANDRADE, C. C.; HOLANDA, A. F. Apontamentos sobre pesquisa qualitativa e pesquisa empírico-fenomenológica. Estudos de Psicologia. Campinas, 27(2) I 259-268 I abril – junho.
BELLO, A. A. Introdução à fenomenologia. Bauru, SP : Edusc, 2006.

16. 25/11/2020 HERMENÊUTICA, FENOMENOLOGIA E PESQUISA NAS CIÊNCIAS DA SAÚDE
Bibliografia Obrigatória:
GIORGI, A. SOUSA, D. Método fenomenológico de investigação em psicologia. Lisboa: Edições Sociedade Unipessoal, 2010.
Bibliografia Complementar:
BRUNS, M. A. T. Psicologia e Fenomenologia: reflexões e Perspectivas. Campinas: Editora Alínea, 2003.

17. 2/12/2020 TEORIA NARRATIVA DE ALLAN PETERKIN
Bibliografia Obrigatória:
SKORZEWSKA, A.; PETERKIN, A. “Why Are The Heath Humanities Relevant (and Vital) In Postgraduate Medical Education?” in The Health Humanities in Postgraduate Medical Education. Eds. Oxford University Press, 2018.
Bibliografia Complementar:
BALLESTEROS, F. Could Staying Human in Medical Training Help Make Medicine Humane? Review of Allan D. Peterkin, Staying Human During Residency Training. BioéthiqueOnline 2013, 2/21. Acesso: https://papyrus.bib.umontreal.ca/xmlui/handle/1866/10064
PETERKIN, A. “Getting to Sleep in New Jersey”. Academic Medicine, Vol. 85, No. 5 / May 2010.

© 2013 a 2021 - Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
Rua Loefgreen, 2032 - Vila Clementino, São Paulo - SP 

Please publish modules in offcanvas position.